Marun diz não ter disposição para 2020, mas aceita ‘qualquer função’ com Puccinelli em 2022.

Afastado do Conselho da Itaipu Binacional, ele aguarda julgamento de recurso na Justiça Federal e acredita que será reconduzido ao cargo.
Ex-ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun disse não ter disposição para disputar nenhum mandato nas eleições municipais de 2020, mas adiantou aceitar qualquer cargo com o ex-governador André Puccinelli (MDB) em 2022.
Atualmente, Marun está afastado do Conselho da Itaipu Binacional após decisão do TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) de que não poderia permanecer como conselheiro após ter ocupado cargo político. Ele aguarda julgamento de recurso na Justiça Federal e disse estar confiante em relação ao desfecho do caso.
Na expectativa de participar inclusive da próxima reunião da Itaipu, Marun disse ao Jornal Midiamax que já avisou o presidente do MDB em MS, André Puccinelli, de que não tem disposição para entrar na disputa municipal.
Já em 2022, sua postura é outra. “Ele [Puccinelli] sendo candidato a governador pode contar comigo para a disputa por qualquer mandato ou para o exercício de qualquer função na campanha”, enfatizou Marun. * Midiamax.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *