Com presença de aliados, Ayache assume presidência estadual do PSB

Ideia é fortalecer o partido para eleições 2020 e 2022
O presidente da Cassems, Ricardo Ayache, assumiu na manhã deste sábado (29) a presidência estadual do PSB, em Mato Grosso do Sul. O evento, realizado na Câmara Municipal de Campo Grande, apresentou a executiva do partido e contou com a presença do senador João Alberto Capiberibe (PSB-AP), vice-presidente nacional de Modernização do PSB, além de outros políticos.
Ayache reforçou em seu discurso que é preciso alinhar e desenvolver o partido para as eleições de 2020 e 2022, visando pessoas que estejam de acordo com as ideias e interesses do grupo.
“É organizar o partido para que tenha maior número de filiações daqui pra frente, um grupo forte que faça um maior número de prefeitos e deputados. Pessoas que tenham um pensamento humanista de centro-esquerda, buscando uma sociedade mais justa, mais emprego. O objetivo é fortalecer pra 2022 bancadas de deputados federais estadias, e também fortalecer eleições nas eleições majoritárias, isso é o que esperamos em Mato Grosso do Sul”.
Com uma vasta experiência como gestor em saúde, já que preside a Cassems pela segunda vez consecutiva, Ricardo destacou que pode agregar conhecimentos e melhorias na área.
“Ações bem planejadas e executadas melhoram e muito a vida das pessoas”, destacou.
Com um projeto político ‘adormecido’, Ayache reforça que a presidência estadual do partido veio para fortalecer a militância e desenvolver o grupo, não se tratando de um projeto individual e sim coletivo.
“Depois a gente vai discutir as possibilidades, nesse momento é estruturar o projeto coletivo de organização partidária, depois as discussões serão consequências disso, não a uma discussão de projeto individual. Não é projeto individual e nem predisposição minha de disputar a prefeito, o que não quer dizer que o PSB não tenha candidato, agora é concentrar na organização partidária em todo Estado”, finalizou.
Apoio
Membro do diretório do PSB na Capital, o vereador Carlão reforçou que Ayache veio para somar. Questionado sobre problemas com a antiga gestão, o parlamentar pontuou que fazer política é difícil, no entanto, mais difícil ainda seria fazer partido.
“Tinha pessoas que vinham pro PSB e colocavam assessor pra viajar pelo interior e vinha tirando as comissões provisórias do partido e dos vereadores, e colocando gente ligada a ele pra se eleger. Depois se elegia deputado federal e saia do partido, usava o partido. Hoje, queremos um partido de crescimento mais sólido, que vai pra eleição com chance de ganhar eleição é dando oportunidade para os municípios se organizaram de acordo com os problemas locais, e o Ricardo fez esse compromisso e está voltando, pois o bom filho a casa torna e nós vamos dar todo apoio a ele”, destacou.
Sobre as eleições municipais, Carlão revelou que agora é o momento de melhorar e desenvolver o partido.
“Primeiro precisa desenvolver, não estamos pensando em eleição municipal, até porque o partido faz base ao prefeito Marquinhos Trad, a tendência sempre foi de apoiar a reeleição, mas se tivermos musculatura de alçar voos maiores e que não sejamos suicidas nós vamos fazer, do contrário é organizar o partido fazer uma chapa boa de vereadores e preparar o partido pra 2022, acredito que Ayache é um bom nome pra deputado federal, senado e quem sabe até pra governador ou vice. Já nessa eleição de prefeitos, temos que arrumar até abril pra ver se a gente tem condições ou não”, declarou.
Defensor da causa animal, o vereador Veterinário Francisco, antigo membro do diretório,  diz estar confiante  com os novos rumos do partido.
“Expectativa grande não tinha uma grande liderança aqui no partido aqui no Estado, e agora temos uma pessoa que tem passado, presente e futuro, com o compromisso de mudar os rumos desse partidos. E nós estamos aqui para ser soldados e implementar junto com o Ayache a causa animal dentro do partido.
A deputada federal Rose Modesto (PSDB) também esteve presente e reforçou que sempre acreditou na presença de Ayache dentro do cenário político.
“Ricardo é Grande amigo, uma pessoa que tenho uma admiração enorme como homem, amigo é fator público. Sempre defendi que Ricardo tivesse participando do cenário político”.
Alianças
O presidente regional do PSDB em Mato Grosso do Sul, que atua há 20 anos na sigla, Sérgio de Paula, também esteve no evento e pontuou que sempre existiu a parceria entre os partidos.
“O PSB já foi parceiro na reeleição do nosso governador, estamos conversando com Ricardo, executiva do partido, temos o vereador Carlos que temos, um bom acesso é com certeza vamos trabalhar pra caminhar juntos novamente. Claro todo mundo vai buscar o poder, nos respeitamos isso dentro do governo, além do PSB, respeitamos nossos aliados, respeitando as eleições municipais, mas vamos discutir isso em abril do ano que vem”, disse sem muitos detalhes. * Top Mídia News.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *