Homem tem prisão convertida em preventiva por importunação sexual

Adolescente de 17 anos foi assediada dentro de ônibus
Homem de 41 anos suspeito de importunar sexualmente uma adolescente de 17 anos, dentro de um ônibus do transporte coletivo, teve a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva pela juíza plantonista Katy Braun do Prado. Audiência de custódia foi realizada na manhã de hoje (1º).
De acordo com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, na tarde da última sexta-feira (28), a adolescente voltava do trabalho e estava dentro do ônibus da linha 071 (Bandeirantes / Júlio de Castilho), quando o homem começou a encostar nela.
Jovem tentou se esquivar e mudou de lugar, mas, pouco tempo depois, o homem também se deslocou do lugar onde estava e foi atrás da vítima, voltando a se esfregar na menina. Outras pessoas que estavam no coletivo perceberam a situação e deram apoio a adolescente.
Quando desembarcou no Terminal Bandeirantes, ela procurou a Guarda Municipal, que prendeu o suspeito em flagrante. Questionado, ele confirmou a importunação e afirmou que estaria a caminho de uma cliníca psiquiátrica, alegando que pegaria remédios controlados pois sofre de ataques epiléticos.
No último sábado (29), em análise preliminar, magistrada de plantão havia decidido pela manutenção do suspeito, afirmando que esta não é a primeira ocorrência criminal do homem, além da periculosidade de sua conduta.
Nesta segunda-feira (1º), a juíza Katy Braun retificou a decisão anterior, determinando a prisão preventiva do homem, que está preso. O processo segue em segredo de justiça. * Correio do Estado.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *