SEGURANÇA PÚBLICA Estado recebe R$ 1,5 milhão em equipamentos da Força Nacional

MS aguarda resposta da União por convênio para combate ao tráfico
A Segurança Pública de Mato Grosso do Sul recebeu nesta quarta-feira (3), viaturas, armamentos, munições, equipamentos de proteção individual (EPIs) e coletes balísticos, avaliados em R$ 1.507.205, 20. A entrega foi feita pelo vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB), e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, durante solenidade realizada na Praça dos Três Poderes, em Brasília (DF).
Entre os bens entregues para o Estado estão: três picapes, oito carabinas Imbel IA-2, oito fuzis Imbel 7,62, 15 pistolas Imbel, 77 coletes balísticos, 100 mochilas táticas, 150 mochilão digitalizado, uma barraca com ar condicionado e kit iluminação, cartuchos de vários calibres, capacetes, coldres, bastões, botas, luvas, entre outros equipamentos operacionais.
O objetivo da iniciativa é dar transparência à gestão dos bens públicos que podem ser doados, em especial, referente aos materiais sob a guarda e conservação da Força Nacional (FNSP), que estão em depósito. Com esta ação, a instituição pretende reforçar a integração, o estímulo à modernização e o reaparelhamento dos órgãos de segurança pública estaduais, além aprimorar e desburocratizar os processos de transparência de patrimônios móveis do Governo Federal, no âmbito da FNSP.
Conforme o secretário de Estado da Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, que esteve presente no evento, esses equipamentos deverão reforçar às forças policiais do Estado, principalmente as unidades localizadas na região de fronteira com o Paraguai e a Bolívia.
“Já os armamentos de grosso calibre serão destinados para os batalhões de Operações Espaciais (Bope) e Choque (BPChoque), Departamento de Operações de Fronteira (DOF), Polícia Militar Rodoviária e Delegacia Especializa Delegacia Especializada em Repreensão aos Crimes de Fronteiras (Defron)”, disse.
De acordo com Moro, a entrega contribuirá para o combate à  criminalidade, um dos compromissos prioritários  do Ministério da Justiça e Segurança Pública.
“De fato, nós temos observado, desde o início do Governo Bolsonaro, uma diminuição expressiva dos índices de criminalidade e isso se deve às iniciativas que o governo federal tem tomado em conjunto com os governadores dos Estados”, comentou.
O secretário Nacional de Segurança Pública, Guilherme Theophilo, tratou a entrega como grandiosa e única na gestão. “Destaco aqui o trabalho da Força Nacional que realizou em tempo recorde a difícil tarefa de catalogar esses 42 mil itens que estão sendo entregues. E, hoje, torna realidade essa grande doação e porque não dizer única do governo Federal para as unidades federativas.”
CONVÊNIO
Os representantes da Segurança Pública do Estado aproveitaram o encontro também para tratar sobre a renovação do convênio de cooperação para execução dos serviços de prevenção e repressão ao tráfico, especialmente ao internacional.
O convênio foi firmado no dia 28 de julho de 2014, com vigência de 60 meses. O encerramento está previsto para o próximo dia 28 de julho. Se não houver acerto, todas as apreensões feitas pelas forças de segurança em Mato Grosso do Sul serão encaminhadas para as Delegacias da Polícia Federal como em Campo Grande, Dourados, Naviraí, Ponta Porã e Mundo Novo.
O Estado pede contrapartidas da União para a renovação. já que possui 1.517 quilômetros de fronteira com o Paraguai e a Bolívia- que são produtores de maconha e cocaína. As prisões por tráfico de drogas oneram o Estado e sobrecarregam o sistema penitenciário. Pelo menos 40% da população carcerária são oriundas do tráfico de drogas- cerca de 7.300 presos.
Estes presos custam anualmente ao Estado R$ 133 milhões.
Correio do Estado apurou que se não houveram avanços significativos nas trataivas, pelo menos Moro tentou alegrar os sul-mato-grossenses com a promessa de que o Estado terá uma fatia maior no bolo do Sistema Único de Segurança Pública, cerca de R$ 13 milhões. O anúncio oficial deverá ser feito nos próximos dias. * Correio do Estado.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *