Camapuã: PMA autua infrator em R$ 9 mil por exploração e armazenamento de 30 m³ de madeira ilegal

O infrator, residente em Camapuã, também responderá por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção.
Um homem de 47 anos foi autuado em R$ 9 mil, por Policiais Militares Ambientais de São Gabriel do Oeste, que localizaram no município de Camapuã, a quilômetros da cidade, na tarde desta segunda-feira (29), madeira armazenada sem o documento de origem expedido pelo órgão competente.
Segundo a PMA, os policiais localizaram 30,05 m³ de madeira, sendo 1.743 estacas e postes de origem nativa das espécies Aroeira, Pau Terra, Chapadim, Sucupira, Angico e Carvão Branco que estavam armazenados ilegalmente escondidos em meio a uma mata na fazenda e foram apreendidos.
O produto florestal armazenado não possuía autorização ambiental (Documento de Origem Florestal – DOF), que é o documento legal para se ter em depósito ou transportar qualquer produto florestal. O infrator, residente em Camapuã, também responderá por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção. * Idest.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *