Polícia quer nova perícia em investigação de mulher que matou marido na Moreninhas

Perícia complementar foi solicitada após mulher prestar dois depoimentos
O delegado-adjunto Tiago Macedo, da 4ª Delegacia de Polícia nas Moreninhas, vai solicitar uma perícia complementar para esclarecer a morte de Leonídio Andrade Paixão Neto, 35 anos. Ele foi morto após a esposa dele, Fabiana Van Suypene de Souza, 34 anos, o atacar com uma faca para se defender de agressões.
Segundo o delegado, Fabiana já prestou dois depoimentos, um na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) e outro na 4ªDP, no entanto o inquérito ainda não foi concluído.
“Ela prestou depoimento duas vezes, mas é possível que façamos uma perícia complementar, sem data ainda, para esclarecer os fatos”, declarou sem detalhes.
O caso
De acordo com informações do boletim de ocorrência, o caso aconteceu por volta das 3h do dia 14 de julho, sendo presenciado pela filha do casal, de 6 anos. A faca atingiu a veia femoral do agressor, que morreu antes da chegada do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).
Abalada, a mulher prestou depoimento na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga e, reforçou que não tinha a intenção de matar o marido, apenas se defender já que estava perdendo o sentido. * top Mídia News.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *