Sonora: Diabo Loiro, suspeito de matar enteada cumpria pena por estupro em 2012

Ele usava tornozeleira eletrônica desde março, quando recebeu o benefício de progressão de regime, concedido pelo Poder Judiciário.
Aparecido Donizete Celestiano, de 63 anos, conhecido como Diabo Loiro, o homem que matou uma menina de 07 anos asfixiada e violentada na última quinta-feira (01) em Sonora, estava cumprindo pena por estupro de vulnerável, cometido contra um menino de 03 anos, em 2012 e desde março deste ano foi solto pela justiça por progressão de regime com tornezeleira eletrônica.
Ele teria sido solto em março por uma decisão judicial, quando o preso condenado recebe um benefício através de uma progressão de regime, podendo cumprir parte da pena em regime semiaberto ou aberto, conforme critérios da Lei.
Alguns juristas entendem que a progressão de regime é dada para presos que possuem bom comportamento, que é comprovado através de avaliação psicológica de profissionais e em casos específicos.
Diabo Loira se encontra preso na delgacia de Policia Civil de Sonora, em prisão preventiva, sem prazo, feita a pedido do delegado, consedida pelo Juiz de Direito em audiência de custódia, em cela separada resguardando sua integridade fisica. * Idest.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *