Polícia Civil de Camapuã prende homem por abigeato e recupera quase 50 bovinos furtados

Dois homens, que compraram os animais furtados, foram indiciados e responderão pelo crime de receptação.
Um homem de 41 anos foi presos na manhã desta quinta-feira (22), por policiais civis de Camapuã, suspeito de furtar quase 200 bovinos de propriedades rurais da região. Com a prisão do suspeito, 47 animais foram recuperados e entregues aos proprietários.
Segundo consta, um investigador lotado na delegacia de Camapuã, recebeu na manhã de ontem (21), informações do furto de aproximadamente 20 animais de uma propriedade arrendada por uma vítima de 44 anos. Os primeiros levantamentos davam conta de que o autor do furto seria um homem de 41 anos, funcionário de uma fazenda vizinha. O crime teria ocorrido na noite da última segunda-feira (19), quando o suspeito foi visto em companhia de um desconhecido, na propriedade de onde os animais sumiram.
De posse das informações, os investigadores se deslocaram até a propriedade onde o suspeito estaria trabalhando, onde souberam, pelo patrão, que havia deixado o trabalho no dia anterior e que tinha acabado de ligar dizendo que estava se deslocando até a propriedade para fazer o acerto, referente ao período em que trabalhou na propriedade. Pouco tempo depois, o suspeito chegou ao local na garupa de uma motocicleta, e ao perceber a presença dos policiais, empreendeu fuga em meio a uma reserva na região.
Na manhã desta quinta (22), os policiais receberam uma ligação informando que o suspeito teria sido visto na cidade, especificamente no bairro Belo Horizonte. Diante das informações, os investigadores se deslocaram até o local, e ao avistar o veículo em que estavam, o suspeito novamente tentou fugir, tendo sido alcançado e contido.
Conduzido para a delegacia de polícia, o suspeito confessou ter furtado os animais, bem como outros 30 pertencentes ao ex-patrão.
Segundo a Polícia Civil, as investigações apontam que o suspeito teria praticado o furto de outros 100 animais na estrada do Cascalho da Marli, onde também teria empreendido fuga quando percebeu a presença de policiais.
O suspeito responderá pelo crime de abigeato, e dois indivíduos, de 49 e 48 anos, que compraram os animais, foram indiciados e responderão pelo crime de receptação. * Idest.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *