Convenções para eleição de mandato tampão em Miranda devem ser feitas até domingo

Prazo para oficializar o registro de candidatura segue até o dia 5
Termina no domingo (1º) o prazo para os partidos políticos realizarem suas convenções destinadas à escolha dos candidatos a prefeito e vice em Miranda. O município terá que realizar eleições suplementares após cassação da prefeita Marlene Bossay (MDB) com seu vice Adailton Rojo (PTB) e o vereador Ivan Bossay (MDB) por compra de votos. Ainda não há informação sobre quantas candidaturas estão previstas ou foram oficializadas.
Após afastamento da prefeita, a cidade está sob comando do presidente da Câmara, vereador Edson Moraes de Souza (PDT), único pré-candidato anunciado para as eleições extemporâneas. Ele conta com o apoio do ex-prefeito Neder Vedovato.
Outro grupo político liderado por Gerson Prata, que disputou contra Marlene nas últimas eleições municipais, aguardava o resultado de pesquisa de intenção de votos para definis se oficializaria candidatura.
Segundo calendário eleitoral divulgado pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Mato Grosso do Sul), 1º de setembro é a data limite para as legendas consultarem os filiados sobre quem será candidato. Já o prazo para os partidos e coligações apresentarem no cartório eleitoral os pedidos de registro seguem até às 19h do dia 5.
As demais datas do calendário estão disponíveis pela Resolução n.º 660 publicada na última sexta-feira (23). A votação está marcada para o dia 6 de outubro e o candidato que assumir terá mandato tampão de apenas um ano, quando haverá nova eleição municipal. * Midiamax.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *