Homem que foi proibido de aproximar da irmã é preso pela Polícia Civil da Capital

Mulher relatou que estava sendo perseguida pelo irmão, que ia aos locais onde ela se encontrava e proferia xingamentos e ameaças de morte.
Investigadores do Grupo de Operações e Investigações (GOI) da Polícia Civil, prenderam no sábado (14), um assistente de construção civil, de 59 anos, que após inúmeras ameaças foi proibido de aproximar da irmã, uma empregada doméstica de 37 anos, e desobedeceu a ordem judicial.
Conforme relatos da vítima que mora na rua Monte Azul, na Vila Marli, ela estava sendo perseguida pelo irmão, que ia aos locais onde ela se encontrava e proferia xingamentos e ameaças de morte. Por esse motivo procurou a Polícia Civil e registrou alguns boletins de ocorrência e solicitou medidas protetivas de urgência.
Mesmo sendo cientificado da decisão judicial que o impedia de se aproximar da vítima, o assistente de construção civil continuou a perseguir a vítima e acabou tendo a prisão decretada pela Justiça e no sábado foi preso pelos investigadores do GOI, sendo em seguida conduzido à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), para os procedimentos cabíveis. * Idest.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *