Esquecimento de “Empresário” e algumas “testemunhas” diante da justiça e Ministério público, podem ter aumentado as graves consequências, aos envolvidos na “Operação Chuva Inteligente”!

“A Falta de memória ou esquecimento momentâneo” é o que pode ter acontecido com “empresário” e “algumas testemunhas”, na terrinha natal ou na Capital da Chuva Inteligente, “Camapuã MS”!
Este esquecimento, pode ser “esgotamento nervoso”, por falta de “dormir”, “consciência pesada”, muita “insônia”, “preocupação”, por ter dado uma “ajudinha, socorro, acudidinha, ao amigo Rildo”!
Ocorreu no dia (11) deste mês, oitiva de testemunhas arroladas pelo Ministério Público Estadual no processo nº 141238-74.2016.8.12.0000 – Crime de responsabilidade dos funcionários públicos. Responsabilidade Civil do Servidor público. Indenização ao Erário.
Cujo envolvidos são os “RÉUS”:
 “MARCELO PIMENTEL DUAILIBI, RILDO PEREIRA DE OLIVEIRA, MAURÍCIO DUAILIBI, MILTON SOUTO DE ARAÚJO NETO, WILLIAN FLORES DA SILVA, EDER WILLIAN CAMPOS, MANOEL JOAQUIM DE LIMA, ANTÔNIO BERCÓ DE OLIVEIRA e NEDSON DIAS BRANDÃO”.
Os arrolados pelo Ministério Público Estadual na “qualidade de testemunhas” foram os senhores:
 Jaime Carlos de Oliveira Filho (Empresário), Clodoaldo Pimentel Duailibi (Empresário, Engenheiro Agrimensor), Luiz Alberto Pires Moreira (Ex-Secretário de Obras), Barbara Lopes Belchior, Giovana Cabral de Vasconcelos, Maria Inez de Almeida e Noeli Gonçalves Machado.
Destaquems:
Vem buscando, compreender e informar a população da “terrinha natal”, a forma operante da Operação Chuva Inteligente, pois o desvio de recursos públicos sempre contou com a participação de vários seguimentos da sociedade e iremos continuar trabalhando exaustivamente para descobrir todo o sistema, analisando as entranhas dos processos em 1º Grau, 2º Grau e Justiça Federal.
A comunidade bem esclarecida pode diminuir o “risco” de voltarem a eleger Ex – Gestor e principalmente alguns Ex – Vereadores, dos mandatos de (2009 a 2016).
A corrupção trouxe a comunidade de Camapuã MS, falta de saúde de qualidade, educação com mais respeito e obras inacabadas.
“Menino Maluquinho” e “Engraçadinho”, tenta informar a comunidade da “terrinha natal”, acontecimentos, e que teremos, que ter cuidado pois a principal “arma” do cidadão é o “voto”.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *