Camapuã MS: RILDO PEREIRA DE OLIVEIRA membro de (Orgcrim.) é o primeiro a confessar o crime realizado na “TERRINHA NATAL”.

RILDO PEREIRA DE OLIVEIRA, “Ex – Tesoureiro”, do município de Camapuã MS, gestão (2009 a 2016), é o “PRIMEIRO” membro da (Orgcrim.), que quer dizer “Organização Criminosa”, a admitir diante da justiça os crimes realizados na “TERRINHA NATAL”.
Camapuã MS, é conhecida internacionalmente como “Capital da Chuva Inteligente”, à qual possuía como Gestor o “Ex-Prefeito” Marcelo Pimentel Duailibi, a frente do “Executivo” e no legislativo o mesmo possuía vários “Ex – Vereadores”, que lhes davam a sustentação política.
 O primeiro processo em que o “Ex – Tesoureiro”, “RILDO”, confessa o crime possui o nº 0800396-28.2014.8.12.0006, “Cumprimento de Sentença”, “Danos ao Erário” ao qual foi condenado ao pagamento de multa civil, correspondente a dez vezes o valor da remuneração percebida pelo agente, conforme verificamos (Destaquems), as (fls. 1972/1973).
A forma como “RILDO” admitiu o crime está entranhado no processo a (fl.2522) o qual concorda com o despacho (fls. 2513), e informa que não se opõe ao bloqueio efetuado em suas contas bancárias.
E diz mais “RINDO”: Que diante da situação financeira que vem passando e visando pôr fim a presente demanda e cumprir com suas obrigações, pugna pelo parcelamento do débito, em diversas parcelas.
Destaquems: Realmente a comunidade Camapuanense não está conformada com apenas esta “simbólica” multa como punição, pois o rombo que esta “organização” trouxe ao município é “incalculável”.
DIZ O DITADO POPULAR: Se você “roubar” uma sardinha em um supermercado “vai preso”, mas políticos voltados para o mal “pode roubar um caminhão cheio de sardinha” a tendência é ficar impune.
Comunidade da “TERRINHA NATAL”: Poderemos realizar a maior punição a “políticos desonestos” e serão nas próximas “eleições” 2020, o voto é a arma mais apropriada para retirar de circulação estes “políticos desonestos”.
“Menino Maluquinho”, “Engraçadinho” e “João Nerso”, trabalhando nas entranhas dos processos contra políticos desonestos, e informar aos leitores.
 “Passa a Cuia Moçada a coisa esquentou para políticos desonestos”.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *