Adolescente que espancou rapaz com madeira cheia de pregos tem tatuagem de facção

Numeração tatuada na barriga seria para identificá-lo como membro de facção criminosa atuante em MS
Acusado de tentar matar José Edivaldo dos Santos Almeida, 24 anos, com um pedaço de madeira com prego, o adolescente de 17 anos, apreendido pela polícia, seria membro do PCC (Primeiro Comando da Capital).
Ele teve a internação provisória decretada pelo juiz Juliano Rodrigues Valentim, durante audiência de custódia realizada na manhã desta segunda-feira (7), no Fórum de Campo Grande.
O menor infrator possui uma tatuagem com a numeração 1533 na barriga, que seria uma marca da facção criminosa. A polícia questionou o primo do menor, que teria dado abrigo ao mesmo após o crime. Ele acredita que o primo pertence ao PCC, mas desconhece desavenças do mesmo na região.
De acordo como Boletim de Ocorrência, o menor confessou que agrediu José após levar tapas no rosto enquanto ingeria bebida alcóolica na Rua Edmundo de Almeida, no bairro Zé Pereira.
A vítima sofreu traumatismo craniano encefálico, foi socorrida por equipes do Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel De Urgência) e encaminhada em estado gravíssimo para Santa Casa.
Segundo a assessoria de imprensa do hospital, José segue internado, sedado e intubado, em estado grave. A esposa da vítima, uma mulher de 28 anos, que está gestante, presenciou as agressões e disse aos policiais que desconhece inimizades de José no bairro.   * Top Mídia News.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *