Preço da carne deve continuar nas alturas, mas aves natalinas ficam mais baratas

A aposta é do secretário de Produção, Jaime Verruck
O preço da carne em Mato Grosso do Sul tende a continuar nas alturas, mas a boa notícia é que as aves natalinas devem ficar mais baratas.
A projeção é do secretário da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, que comentou sobre o mercado na manhã desta segunda-feira (16).
Questionado se iria ter uma baixa nos valores, ele explicou que, como a produção não conseguiu atender a demanda externa, houve o aumento do valor pela tonelada da carne exportada à China.
“[..] não volta no patamar que estava [agora]. É um ciclo […] lá na frente, a gente tem uma volta. Por enquanto, acho que a gente vai ter uma pressão de preço e o consumidor ainda vai continuar pagando um preço alto pela carne bovina”.
Ele destaca que os sul-mato-grossenses passaram a consumir mais outras carnes, como aves, peixes e suínos e isso tem um ponto positivo.
“Os suínos, temos somente o mercado interno, e temos as aves natalinas agora. Eu faço uma aposta que vamos encontrar peru e chester a preço de frango porque isso foi comprado em outubro. Acho que o que foi produzido vai ser disponibilizado de hoje até o dia 24”, explicou o secretário.
Verruck ainda finalizou comentando que, em curto prazo, não há a expectativa de baixa na arroba do boi e que já existem pedidos do mercado sul-mato-grossense para comprar 50 mil animais do Paraguai para abate no Estado. Para compra, o pedido deve ser deferido pelo Ministério da Agricultura.  * Top Mídia News.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *