Criança de 4 anos passa por cirurgia inédita em MS que transforma dedo indicador em polegar

O paciente é um menino de quatro anos, que nasceu com a deformidade na mão direita
Pela primeira vez em Mato Grosso do Sul, a Santa Casa de Campo Grande realizou o procedimento cirúrgico “Policização do Indicador”, que consiste em transferir o dedo indicador da mão para a função do polegar.
O paciente é um menino de quatro anos, que nasceu com a deformidade na mão direita. Com a cirurgia, realizada no sábado (11), ela passa a ter a funcionalidade de uma “pinça”, movimento de 70% da mão, além de melhorar o visual/estética.
Segundo a Santa Casa, a operação consiste em transplantar o segundo dedo (indicador) com tendões, ossos, músculos, vascularização e inervação e colocá-lo na posição do polegar, ou seja, se transplanta um dedo na função de outro dedo. Esse reposicionamento é importante para a mão conseguir segurar objetos, fazendo o movimento de pinça.
O procedimento demorou três horas. De acordo com o hospital, a mão continuará com quatro dedos, mas manterá grande parte das funções, permitindo diferentes atividades como escrever.
A criança já teve alta hospitalar nesta segunda-feira (13) e, durante seis a oito semanas, utilizará uma órtese, em seguida será trabalhado com profissionais de fisioterapia e terapia ocupacional a função motora dos dedos. Ao todo, serão quatro meses de acompanhamento pós-cirurgia para que o paciente seja liberado e tenha uma vida normal.
 O procedimento foi realizado pelo médico ortopedista Felipe Roth, que contou com o auxílio dos ortopedistas Ana Tereza de Alcântara e Celso Hirakawa, da instrumentadora Cassiana de Quadros, além da equipe de enfermagem e demais profissionais do centro cirúrgico. * Top Mídia News.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *