PF apreende dólares e euros com quadrilha que fraudava licitações da merenda escolar em MS

Prefeituras de Ponta Porã e Amambai são alvo da operação realizada pela CGU e PF
Durante a deflagração da Operação Tembi’u contra fraudes em licitações do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), a Polícia Federal apreendeu quantidade em dinheiro, que foi levada para a sede da PF em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande. Ninguém foi preso.
Segundo informações passadas pela Polícia Federal uma grande quantidade em dinheiro de cédulas nacionais, dólares e euros foram aprendidos durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão, num total de 28 mandados a serem cumpridos em Ponta Porã e Amambai.
A polícia investigou fraudes em processos licitatórios nos anos de 2016 e 2017, na prefeitura de Ponta Porã, e 2017 e 2018 em Amambai. As investigações tiveram início após denúncias anônimas sobre um grupo de empresas que estaria participando de licitações para fornecimento de papel a órgãos públicos e realizando a entrega de produtos irregularmente importados do Paraguai.
Foi possível identificar a participação desse grupo em procedimentos licitatórios, com suspeitas de fraude para fornecimento de merenda escolar com sobrepreço às prefeituras de Ponta Porã e Amambai. Não é descartada a participação de agentes públicos.
80 policiais federais participam da operação, além de servidores da Controladoria Geral da União. Não há informações sobre os prejuízos causados ao erário. * conforme Midiamax.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *