Vereador Antônio Cruz deve trocar PSDB por ‘PSD ou outra sigla alinhada a Bolsonaro’

A janela partidária abre em 3 de março, quando os parlamentares municipais poderão migrar de partidos
O PSDB pode perder mais um vereador na Câmara Municipal de Campo Grande. Dr. Antônio Cruz afirma que pretende entrar no PSD, do prefeito Marquinhos Trad, ou “outro partido que esteja alinhado com o presidente da República, Jair Bolsonaro”.
“O certo, quase certo na verdade, vai acontecer mesmo, que é eu sair do PSDB”. Se a saída se confirmar, a bancada tucana ficará com dois integrantes a menos a partir de março, quando a janela partidária abrir – é o período que a legislação eleitoral permite troca de partidos.
O detalhe é que o presidente não tem legenda atualmente, pois saiu do PSL para criar o Aliança pelo Brasil, que não está consolidado ainda. Contudo, há legendas próximas ao Bolsonaro, como DEM e PL.
Na segunda-feira (17), André Salineiro confirmou a saída do PSDB e entrada no DEM, o que só vai se concretizar no próximo mês. Com a perda de dois vereadores, a bancada do partido fica com cinco – ainda a maior do Legislativo municipal de Campo Grande.
Mais cedo, nesta terça-feira, o presidente municipal, vereador João César Mattogrosso, afirmou que é natural a saída de membros, mas que, em contrapartida, outros devem entrar no ninho tucano. Ele estima de dois a três, mas não citou nomes. * Midiamax.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *