Um ano após sair do coma, jovem que ‘morreu’ em acidente de moto diz ser milagre de Deus

“Os médicos também falaram que foi só Deus pra me tirar daquela situação”, conta com gratidão
Vitor Luiz de Souza, de apenas 20 anos, nasceu de novo. O jovem, natural de Três Lagoas, teve traumatismo craniano após perder o controle do guidão da motocicleta, bater em uma árvore e ter mais de uma parada cardiorrespiratória.
O acidente aconteceu na madrugada do 23 de fevereiro de 2019, no entanto, o jovem só teve alta no dia 2 de março de 2019, completando um ano do ‘renascimento’ no início deste mês.
Ao TopMídiaNews, Vitor contou que fica a lição e o aprendizado: se for pilotar ou dirigir, não beba.
“Completou um ano que eu saí do coma, eu sou um milagre. Os médicos também falaram que foi só Deus pra me tirar daquela situação. Eu tinha acabado de comprar a moto, saí, bebi e, quando fui embora, aconteceu isso. Aprendizado de que bebida e direção, principalmente moto, pode ser fatal”, lembra.
Ele fala sobre as lembranças do momento do acidente. “Eu estava indo embora pra minha casa, perdi o controle bati em uma árvore. Ali eu bati a cabeça, eu fiquei uma uma hora do local, tentavam me reanimar porque eu tive mais de uma parada cardíaca. Depois dali, fui levado ao Auxiliadora e eu tive outra parada cardíaca. A única coisa que eu lembro foi a hora que eles deram choque no meu peito, eu respirei, abri o olho e colocaram o cano na minha boca. Senti ‘relar’ no meu estômago e apaguei de novo, acorde oito dias depois”.
Após o acidente, o sentimento da família era de incerteza devido à gravidade do quadro clínico de Vitor.
“Minha mãe ficou desesperada depois que as médicas falaram… As pessoas me falaram que ela e meu pai não eram mais da mesma maneira depois que fiquei no hospital. Meu pai não conseguia nem ir trabalhar, na angústia de saber se eu ia sobreviver ou não”, desabafa.
Depois disso, ele agradece por não ter tido nenhuma sequela. “Eu consegui sair vivo, graças a Deus, não tive sequela. Eu estou bem, esse acidente era pra eu ter morrido, colegas que bateram em árvore e poste morreram. Eu queria guardar pra mim, mas quem quiser saber, eu creio que foi um milagre de Deus”.
Agora, a missão de Vitor é deixar uma mensagem sobre a combinação álcool e direção. “Minha mensagem é passar para a juventude e para a garotada que final de semana quer sair, beber, curtir e está andando de moto, carro e que não tem noção das coisas, isso pode acontecer com eles, ter o cuidado. Hoje, minha rotina é trabalhar de dia, de noite e feliz porque estou bem, estou vivo, sempre ajudar o próximo de qualquer maneira”, finaliza. * Top Mídia News.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *