Aeroporto de Campo Grande passa por descontaminação para eliminar coronavírus

Pista de pousos e decolagens e equipamentos eletrônicos também serão descontaminados
Aeroporto Internacional de Campo Grande passou, na tarde de quinta-feira (2), por uma descontaminação para eliminar o novo coronavírus do ambiente. A operação, realizada pelo Exército Militar e da Marinha brasileira, foi feita a pedido da Infraero para proteger os passageiros do vírus.
Um mistura de hipoclorito de sódio, álcool isopropílico e álcool 70% está sendo usada na limpeza, que começou às 14h30 e deve durar cerca de 5 horas. “A gente vai deixar esse local safo para que as pessoas possam transitar nele sem nenhum perigo de contaminação”, disse o capitão de fragata Costa Santos, comandante do 3º batalhão de operações ribeirinhas do 6º Distrito Naval, em Ladário.
A descontaminação, que é feita em três etapas, será realizada na área externa do aeroporto, no interior do prédio – salas e equipamentos eletrônicos -, e nas pistas de pouso e decolagem. “É uma grande lavagem com equipamentos especiais”, definiu Santos.
Segundo ele, 21 militares da marinha faziam a descontaminação e 15 militares do exército e Polícia Militar isolavam a área para a ação, que depende do uso da população para durar. “Ela não tem um tempo pré-determinado de efetividade. A efetividade vai ser tão maior quanto a população continuar adotando as medidas sanitárias pertinentes, bem como a administração do local adotar essas medidas; é uma ação em conjunto”, disse o capitão.  * Correio do Estado.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *