Comportamento das pessoas é fator determinante para controlar o coronavírus, diz Marquinhos

Prefeito negou que comércio aberto ou fechado tenha interferência, desde que pessoas tomem cuidados
Com 89 casos confirmados de coronavírus e dois óbitos, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse durante uma live nesta segunda-feira (20) que o comportamento do campo-grandense é determinante para o controle da pandemia na Capital. Com o comércio aberto e com os shoppings voltando a funcionar, o prefeito negou que os estabelecimentos abertos interfiram no número de casos.
“Abertura ou fechamento [do comércio]? Pouco importa. O que importa é o comportamento do cidadão. O que fere o número de infectados é o comportamento do indivíduo. Não adianta fechar tudo, se as pessoas se aglomerarem sem uso de máscaras e não tiverem cuidados de distanciamento social”, pontuou o prefeito.
Marquinhos disse que se os campo-grandenses seguirem as recomendações do Ministério da Saúde, como sair de casa apenas com máscara, lavar e higienizar as mãos corretamente e manter o isolamento social, Campo Grande não deve enfrentar o caos na saúde, como acontece em outras cidades do país.
O prefeito ainda citou que o sistema de saúde de alguns estados já chega próximo ao colapso e se preocupa com o coronavírus. Entretanto, ressalta que monitora a curva de crescimento e a capacidade de atendimento em Campo Grande.
Marquinhos ainda chamou a atenção para quando tomou medidas de prevenção contra o coronavírus, cerca de 40 dias atrás. “A análise para o fechamento [do comércio] foi responsável, criteriosa e a favor da ciência. Agora, com a abertura gradativa, estamos monitorando todos os dias, para saber o número de infectados e capacidade de atendimento. Freamos a pandemia e não matamos a economia”, ressalta. * Midiamax.

 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *