FECHAMENTO Com 12 casos da Covid-19, Guia Lopes decreta lockdown

Aglomerações espalharam o novo coronavírus pela cidade

Guia Lopes da Laguna decretou lockdown. Desde a 0h desta sexta-feira (8), ninguém entra ou sair da cidade.  As pessoas só podem deixar suas casas duas vezes por semana exclusivamente para fazer compras ou ir à farmácia (exceto quem trabalha em serviços considerados essenciais). A medida foi tomada diante da alta incidência da Covid-19 no município de apenas 9.895 habitantes.

Pessoas nascidas em janeiro, fevereiro, março e abril podem comprar mantimentos e remédios às terças e sextas-feiras. Quem faz aniversário em maio, junho, julho e agosto pode sair às quartas-feiras e sábados. Às segundas e quintas-feiras é a vez de quem nasceu em setembro, outubro, novembro e dezembro.

Todos os trechos de rodovias que dão acesso à cidade serão fechados, exceto para ambulâncias, viaturas, transporte de profissionais da saúde ou que estejam a serviço das atividades essenciais. Taxi, transporte intermunicipal e mototáxi não podem funcionar. Para tanto, a rodoviária será fechada.

As obras públicas e privadas serão suspensas, a menos que sejam para construção de hospitais, postos ou unidades de saúde.

Estão vedadas quaisquer tipos de aglomerações, especialmente shows, torneios, apresentações artísticas, etc. O alto número de contaminados, segundo informações do secretário de Saúde Estadual, Geraldo Resende, se deu principalmente porque indivíduos que haviam pegado o vírus participaram de uma festa, ajudando a espalhar o agente.

Continuam permitidos a produção e distribuição de alimentos, produtos de limpeza e higiene; serviço de entregas de farmácias e supermercados; serviços relativos ao abastecimento de água e tratamento de esgoto; serviços relativos à rede de energia elétrica, gás e combustíveis; bancos, lotéricas e agências dos Correios; serviços funerários; telecomunicações; fiscalização ambiental; borracharias e oficinas mecânicas; atividades internas das escolas para preparar conteúdos para ensino remoto; entre outras.

Atividades em escritórios de advocacia e contabilidade estão permitidos, mas desde que sejam realizados com hora marcada.

“Eu estou bastante assustado, a população também, porque ninguém estava acreditando, ninguém estava ficando em casa, tinha muitas aglomerações, festinhas, e deu no que deu. Todos os casos que estão indo suspeitos estão voltando como positivo”, disse ao Correio do Estado o prefeito de Guia Lopes, Jair Scarpini (PSDB).  As medidas foram recomendadas pelo secretário de Saúde Geraldo Resende.  * Correio do Estado.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *