Marquinhos pede para campo-grandense “não chutar o balde” contra o coronavírus

Cansado, o prefeito desabafou em live e pediu mais uma vez que haja colaboração da população para evitar contágio
Após o desabafo sobre a desobediência de empresários de Campo Grande, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) alertou a cidade e disse que pacientes de município do interior já começam a solicitar vagas em UTI (Unidade de Terapia Intensiva), em Campo Grande.
Cansado, e explicando sobre a pressão em decisões, Marquinhos chegou a pedir ajuda da população tanto para evitar a disseminação da covid-19 na Capital, quanto para decidir sobre em como lidar com aumento da doença no interior e pedidos para vagas em Campo Grande.
“Esses [munícipes] que não fizeram a parte deles, querem vir pra cá. A gente recebe telefonemas de gente do interior pedindo vaga em UTI, antes era um telefonema. Esse final de semana foram sete telefonemas de pessoas do interior. Políticos, e pessoas com parentes internados, e a gente fica pensando no que fazer para ajudar”, disse.
Ele comentou que Campo Grande está sendo exemplo e não é hora de ‘chutar o balde”. “A consequência é a morte. Se a consequência fosse uma advertência, ou suspensão, perda de um dedo ou queda de cabelo. Mas, a consequência é a morte. Tomara que eu esteja sendo excessivo demais, mas tinha que falar isso para ficar gravado na nossa cidade”, finalizou o prefeito que pediu mais uma vez para as pessoas ficaram em casa e se sair usarem máscara.  * Top Mídia News.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *