Fugindo da Justiça, socialite será julgada a revelia por racismo

Day McCarthy ficou conhecida após ataques racista contra filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank
A socialite Dayane Alcantara Couto de Andrade, conhecida como Day McCarthy, será julgada a revelia por ter ofendido Titi, filha dos atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, com declarações consideradas racistas.
Segundo informações do jornal ‘Extra’, a ação está parada na esfera criminal, mas na esfera cível o processo segue em andamento. No entanto, a ré ainda não foi notificada por não terem encontrado o endereço dela. Entende-se, por isso, que ela esteja fugindo da Justiça para não cumprir a possível sentença.
O caso
Em 2017, Day McCarthy chamou, através das redes sociais, Titi de “macaca” e afirmou que a criança tinha “cabelo horrível, bico de palha”, além disso declarou que a filha de Bruno e Giovanna “tem nariz de preto horrível”. Na época, os atores acionaram a Justiça pelas falas e pediram uma indenização por danos morais de R$ 180 mil.
Notícias ao Minuto
Ainda segundo a publicação, Day será citada na continuidade do processo por meio de um edital público. O caso está nas mãos do juiz Leonardo Ferreira Chaves, da 32ª Vara Cível. Sem apresentar qualquer contestação e por não ter sido encontrada, ela será julgada mesmo sem a sua presença e será representada por um curador especial nomeado.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *