Projeto para adotar modelo digital de construção no setor público é aprovado

A ideia é usar tecnologia para que toda a obra seja prevista e não tenha aditivos futuros, economizando dinheiro público
Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande aprovaram, na sessão ordinária desta terça-feira (2), o Projeto de Lei 9603/19, de autoria do vereador André Salineiro (PSDB).
A proposta visa sobre a estratégia municipal de disseminação do Building Information Modelling (BIM) ou Modelagem de Informação, com a finalidade de promover um ambiente adequado ao investimento e a sua difusão no município de Campo Grande.
“O BIM é a previsão de cada parte do projeto evitando intercorrências e interferências. Isso faz com que a administração pública economize tempo e dinheiro e aumente a transparência. Estima-se que a construção civil pública, o PIB pode ser aumentado em 7% e haja redução de 10% de gastos, com economia de 20%. É ótimo para o poder público e evita os aditivos em contratos com a administração”, explicou Salineiro.
Conforme o projeto, o BIM trata de um conjunto de tecnologias e processos integrados que permitem a criação, a utilização e a atualização de modelos digitais de uma construção, de modo colaborativo, de forma a servir potencialmente a todos os participantes do empreendimento, durante todo o ciclo de vida da construção.
Em 2018, o Governo Federal lançou a Estratégia Nacional de Disseminação do BIM – Estratégia BIM BR, visando incentivar o desenvolvimento do setor de construção e propiciar mais economicidade para as compras públicas e maior transparência aos processos licitatórios. A proposta busca que Campo Grande também adote esse método inovador, de forma pioneira.  * Top Mídia News.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *