Maior hospital de MS diz que está superlotado e volta a usar respiradores manuais

De acordo com o hospital, nos primeiros 27 dias de julho, instituição recebeu 2.937 pacientes no Pronto Socorro, via regulação do SUS.
O maior hospital de Mato Grosso do Sul, a Santa Casa em Campo, declarou nesta segunda-feira (27) superlotação e ainda informou que voltou a usar respiradores manuais. De acordo com a direção da instituição, nesse fim de semana, mais de 80 pessoas foram atendidas com ferimentos provocados por brigas ou acidentes.
A direção da Santa Casa ainda informou que atualmente é o único hospital a receber casos gravíssimos não-covid e, neste momento, 100% dos leitos de UTI’s de adultos estão ocupados.
Ainda de acordo com a direção, nos primeiros 27 dias do mês de julho, o hospital recebeu 2.937 pacientes no Pronto Socorro, via regulação do Sistema Único de Saúde (SUS). São 115 pacientes a mais que no mesmo período do ano passado.
Conforme a instituição, o hospital voltou a usar os respiradores manuais em pacientes à espera de leitos de UTI. Até esta segunda-feira, 38 pacientes precisaram ser mantidos na ventilação manual dentro da área vermelha, sendo 2 deles por mais de 24 horas. * G1 – MS.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *