Veterinário que matou ex-cunhado deixa Campo Grande para morar em fazenda em Camapuã

Ele responde o crime em liberdade desde o dezembro, quando o crime aconteceu

O veterinário, José Bernardino Prado Lo Pinto, 25 anos, que responde pelo assassinato do ex-cunhado em liberdade deixou de morar em Campo Grande.

Ele é acusado de matar ex-cunhado, Erick Wagner Batista Inserra, 41, no dia 2 de dezembro, na frente de uma residência em que morava na rua Riachão, no Coronel Antonino, em Campo Grande.

A Justiça determinou a soltura do acusado no mesmo mês em que o crime aconteceu, com algumas restrições.

Segundo a decisão, José é obrigado a comparecer todo mês em juízo para atualizar o endereço.

Na última atualização, ele confirmou que atualmente residente em Camapuã. Ele também deve cumprir recolhimento domiciliar das 19 ás 6 horas, saindo somente par o trabalho e nos dias de folga.

O crime

Segundo o boletim de ocorrência, Erick foi até à residência pegar o filho para ficar com ele. No local, ele teve uma discussão com a ex-sogra, que é a avó do garoto. José Bernardino também passou a discutir com a vítima, que estava ao lado da criança.

José puxou uma arma calibre .22, fazendo com que Erick saísse correndo. A vítima foi perseguida e executada com quatro tiros. O suspeito pelo crime ficou no local e se entregou à Polícia Militar. Erick morreu na hora.

O caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo torpe e recurso que dificulte defesa da vítima, na Depac Centro.

Fonte: topmídianews.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *