Figueirão: Prefeito Municipal Rogério Rosalin, novamente diante da Justiça, por suposta (Improbidade Administrativa).

O Prefeito Municipal Rogério Rosalin (PSDB), do município de Figueirão, cidade distante 246 quilômetros de Campo Grande, encontra-se “novamente diante da Justiça”, para prestar esclarecimentos sobre procedimentos Administrativos, contrários aos “interesses da comunidade”.
O MPE-MS (Ministério Público Estadual), através do Promotor Michel Maesano Mancuelho, (Promotor de Justiça Substituto) da Comarca de Camapuã, através do Inquérito Civil nº 06.2017.00000095-5, com fundamento nos arts. 7º e 16 da Lei nº 8.429/1992 (Improbidade Administrativa), solicitou a Justiça, que seja concedida tutela de urgência em caráter liminar, sem a oitiva das partes contrárias.
O pedido de liminar em fase contra os Réus: Município de Figueirão MS, Rogério Rodrigues Rosalin, Marinalva Paniago Ferreira, Karina Santos Barbosa, Gilson José Trindade de Vasconcelos, Roberto Rodrigues Advogados Associados, Roberto Rodrigues, Marcio Ricardo Cardiano Rodrigues, Marcos Fernando Galdiano Rodrigues.
Diante da solicitação à Justiça, o pedido de tutela de urgência cautelar foi deferido pelo Juiz de Direito Dr. Fábio Henrique Calazans Ramos da 1ª Vara do Fórum da Comarca de Camapuã, em 19 de março de 2018.
No deferimento a Justiça determinou a indisponibilidade de bens dos requeridos até o valor total de R$ 413.478,36, não podendo recair sobre verbas de natureza salarial. Por consequência, determinou o cadastro dessa medida na Central Nacional de Indisponibilidade de Bens (CNIB) e divulgar para Serviços de Notas e Registros de Imóveis de todo território nacional, também solicitou que proceda a verificação junto ao RENAJUD a fim de verificar a existência de veículos automotores registrados em nome dos requeridos e efetuando o bloqueio judicial de indisponibilidade.
O portal Destaquems estará acompanhando este processo e colocando a comunidade informada em link Figueirão Processo Serviços Advogatícios.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: