Servidor público e comerciante também estão entre presos em investigação contra pedofilia

Assistente de serviços gerais e militar da Marinha foram flagrados com material pornográfico infantil
A PF (Polícia Federal) divulgou a profissão de quatro dos cinco homens presos em flagrante na manhã desta quarta-feira (6), na Operação Inocência Violada, que teve como alvos pedófilos que armazenam pornografia infantil.
Dos suspeitos presos em Campo Grande, um é militar aposentado da Marinha, de 65 anos. Também foi detido um assistente de serviços gerais de 29 anos e um comerciante de 40 anos. Em Naviraí, um servidor público estadual de 49 anos foi preso.

 

A identidade dos pedófilos é mantida em segredo pela PF. A ação contou com 44 agentes e cumpriu 11 mandados de busca e apreensão na Capital, Naviraí, Jardim, Chapadão do Sul e Miranda.
Em coletiva de imprensa, os delegados Cleo Mazzoti, Fabricio Martins Rocha e Fernando Rocha relataram que, durante as buscas, os policiais conseguiram encontrar material pornográfico com os envolvidos.
“Os suspeitos não possuem vínculos uns com os outros. Após investigação, conseguimos chegar até os envolvidos e alguns acabaram presos em flagrante por estarem com material pornográfico nos computadores, celulares ou qualquer outra mídia”, ressaltou o delegado Fabio Rocha.

 

Segundo Mazzoti, o pedófilo não possui um perfil, pode ser qualquer pessoa, não importa a profissão ou a idade. “Às vezes quem comete esse crime é até uma pessoa normal na sociedade, mas que tem uma mente doentia e nossas crianças pagam caro por isso”.
O delegado Fabricio diz que a PF vai continuar investigando os crimes de pedofilia e ressalta que mesmo sendo pela internet, a polícia consegue descobrir. “Estamos atacando o destinatário final, que são as pessoas que consomem e têm participação desse crime, que é macabro, contra todas as crianças e os adolescentes”, disse.
Durante os cumprimentos dos mandados, vários computadores, celulares e outros aparelhos de mídia foram apreendidos e serão averiguados pela polícia. * Top Mídia News.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: