Pastor é preso por suspeita de estuprar duas meninas

Abusos ocorreram em 2017, mas autor foi preso apenas na última sexta-feira
Um pastor de 62 anos foi preso por suspeita de estuprar duas meninas de 11 anos, no ano passado. Detido apenas na última sexta-feira, quando se entregou no cartório da 7° Vara Criminal de Campo Grande, ele também responde por dois casos de maus-tratos.
Conforme a Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), reponsável pelas investigações, o autor utilizava bombons e dinheiro para abordar as vítimas. Em um dos casos, o pastor chegou  a ir na casa de uma das meninas, ocasião que a mãe flagrou o abuso.
Foragido há mais de um ano, ele foi preso por policiais militares ao se dirigir ao fórum. A DEPCA investiga outros dois casos envolvendo pastores.
ENFERMAGEM
Na última segunda-feira, a DPCA prendeu um técnico de enfermagem, de 28 anos, suspeito de cometer pelo menos seis abusos sexuais em duas unidades de saúde de Campo Grande. Ele já tinha passagem por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo e estupro contra a própria mulher.
O suspeito era contratado da Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) desde setembro de 2018, estava lotado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vila Almeida e na Unidade Básica do Trabalhador (UBS) do Lar do Trabalhador, onde teriam acontecido os abusos. * Correio do Estado.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *