Com presidente na Alemanha, PSL cancela 1ª convenção de 2019 em MS

O evento chegou a ser publicado no Diário Oficial da Câmara e ainda não tem nova data.
Por incompatibilidade nas agendas da senadora Soraya Thronicke (PSL) e do deputado federal Loester Trutis (PSL), a 1ª convenção regional do PSL em Mato Grosso do Sul que seria realizada no sábado (08) na Câmara Municipal de Campo Grande foi cancelada e ainda não teve nova data marcada.
O evento chegou a ser publicado no Diário Oficial da Câmara da última segunda-feira (3) e era organizado pelo deputado estadual Capitão Contar (PSL). O parlamentar confirmou que ele não será mais realizado na data anunciada. A previsão é que a reunião partidária seja ainda no mês de junho, mas poderá ser em outro local a depender do número de participantes.
“A gente quer que o evento tenha o maior prestígio, que venha o pessoal de Brasília e haja uma motivação boa para que as pessoas vão lá se filiar. A gente quer criar um evento à altura do PSL”, informou Contar.
Secretário-geral do PSL em Campo Grande, Trutis explicou que o cancelamento ocorreu em virtude das agendas dele, que está na base de lançamento de foguetes em Alcântara, e da senadora Soraya, em viagem oficial à Alemanha onde participa de evento para discutir as mudanças climáticas.
“A gente deu autonomia para ele [Contar] decidir. Por ser a primeira, a gente queria os três poder estar juntos. Mas isso aí demonstra que a prioridade dos três eleitos não é o partido, são os mandatos. O partido é uma coisa importante, mas o mandato vem em primeiro lugar”.
1º contato com novos diretórios 
A convenção de sábado (08) seria o primeiro contato da regional do partido com os novos diretórios municipais instalados no interior do Estado e que assumiram recentemente. Secretário do partido, Trutis informou que no evento seriam repassadas também diretrizes do PSL Mulher Nacional, do qual a senadora também é presidente. Em MS, Soraya comanda a legenda desde dezembro.
Sobre a nova data da convenção, Trutis informou que será o mais breve possível, a depender de ajuste nas agendas dele e da senadora. * Midiamax.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *