Enfermeiro do HRMS é 12º profissional de saúde morto pelo coronavírus em MS

No estado, 2.721 servidores da área da saúde foram infectados pelo coronavírus
O enfermeiro Valdinei Pereira de Souza, de 43 anos, é nova vítima do coronavírus em Mato Grosso do Sul. O servidor do HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) é a 12ª vítima do coronavírus entre profissionais da saúde no estado.
O secretário da SES (Secretaria de Estado de Saúde) comentou sobre a perda do profissional, que deixa dois filhos e esposa. “Gostaríamos de manifestar nosso profundo sentimento e dizer que essa doença tem ceifado muitas vidas de profissionais da área de saúde. Anunciamos aqui médicos que faleceram à frente da batalha em Dourados, temos também enfermeiros e outros profissionais da saúde. Queremos manifestar nossos pêsames, que o exemplo dele, que doou vida no enfrentamento sirva para que população nos ajude no enfrentamento”.
Nas redes sociais, amigos se despedem do profissional atencioso. “Tive o prazer de trabalhar com Valdinei Pereira de Souza excelente profissional, pessoa boníssima, a Saúde está toda de luto com sua perda, vá em paz, desejo muita força à família”, disse um dos amigos.
O coronavírus já matou 11 profissionais da saúde em Mato Grosso do Sul, conforme dados atualizados às 19h de quarta-feira (5). Com a notícia da morte do enfermeiro do HRMS, já são 12 vítimas entre servidores da saúde. Dados apontam que, do total de 29.101 pacientes infectados no estado, 2.721 eram profissionais da saúde, ou seja, 9,3% do total de infectados eram médicos, enfermeiros ou técnicos de enfermagem, por exemplo.
As informações foram divulgadas no Portal Mais, da SES (Secretaria de Estado de Saúde). Dados apontam que foram realizados 12,3 mil testes de coronavírus nos trabalhadores da saúde, sendo que 2,7 mil profissionais foram contaminados pela Covid-19, 2.441 se recuperaram e 11 morreram, resultando em uma taxa de mortalidade de 0,43%.
Somente em Campo Grande, foram 1.681 profissionais da saúde infectados e três mortos. Dados da SES ainda apontam que o município com a maior incidência de coronavírus entre os trabalhadores da saúde é Antônio João, a 402 km de Campo Grande. O município tem uma taxa de incidência de 292,6 entre profissionais da saúde. * Mídiamax.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *