Durante abusos, menina de 7 anos era forçada a assistir pornografia em MS, diz polícia

A vítima era abusada há cerca de uma semana pelo irmão do padrasto e contou para a mãe, conforme aponta a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.

Uma menina, de 7 anos, contou à mãe que era abusada pelo irmão do padrasto, 37 anos, segundo investigação da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Campo Grande. Em depoimento prestado, nesta segunda-feira (21), a vítima contou que era obrigada a assistir materiais pornográficos durante os abusos.

Conforme o delegado-adjunto da DPCA, Marcelo Damaceno, o suspeito abusava da criança enquanto a forçava assistir pornografia. Os abusos ocorriam, há cerca de uma semana, quando a vítima ficava na casa da mãe do padrasto, com quem o suspeito morava.

“A princípio ele agia sozinho”, pontua o delegado.

Ao tomar conhecimento dos abusos, a mãe da criança procurou a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), no sábado (19), onde prestou queixa. No mesmo dia, o homem foi preso em flagrante por equipes policiais.

O caso segue em investigação pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.

Fonte: G1 MS.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.