Eloisa conheceu assassino quando ele pregava o evangelho em terminais de Campo Grande

Ele trabalhava no ‘resgate de vidas’

Eloisa Rodrigues de Oliveira, 37 anos, assassinada com quatro facadas, teria conhecido o ex-marido, Fabiano Querino dos Santos, autor do feminicídio, enquanto ele realizava pregações evangélicas nos terminais de transbordo, em Campo Grande.

A vítima era atuante na igreja que frequentava e acabou se envolvendo com seu próprio assassino.

De acordo com a delegada, titular da Deam (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher), Elaine Benicasa, a vítima conheceu Fabiano no ano de 2019.

“O que me traz na leitura das ocorrências, é de que em agosto de 2019, eles começaram a se relacionar. Três meses depois, ele ingeria bebida, xingava, entrava em conflito com ela e foi preso em novembro de 2019. A partir do momento que foi retirada tornozeleira, eles retornam ao convívio”, disse a delegada.

Vizinhos relataram que Eloisa já tinha sido agredida diversas vezes por Fabiano. Ela foi esfaqueada pelo suspeito na última quarta-feira (16), dentro da residência em que morava. O crime aconteceu na frente dos filhos.

Eloisa pediu ajuda na rua e foi resgatada por uma viatura do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ela foi levada para a Santa Casa. Eloisa não resistiu aos ferimentos e morreu ontem (17).

Fabiano segue foragido. Investigadores da Polícia Civil realizam diligências pela cidade, em busca do suspeito.

* Matéria alterada às 12h26 para correções

Fonte: topmídianews.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.